Avaliação de Imóveis

Avaliação de imóveis em uma explicação simples, é a verificação feita por um profissional dessa área, estabelecendo de forma correta qual real valor de um imóvel, seja para locação ou venda dele.

Quando a avaliação de imóveis é feita de maneira certa, o bem é precificado de forma justa e condizente com a realidade mercadológica, dessa forma, tanto o proprietário como os interessados em comprar ou alugar os imóveis tem uma informação coerente e atualizada sobre os valores.

Durante as negociações, o preço é uma pauta constante e muitas vezes empecilho para o fechamento de um acordo.

Contudo, quando há um laudo atestando que a avaliação do imóvel foi feita e determina um valor, fica mais simples discutir esse ponto tão delicado.

Para que a informação sobre o preço levantado seja realmente confiável, o profissional deve realizar uma avaliação mercadológica ciente de que deve considerar primariamente, se o bem em avaliação tem fins comerciais ou residenciais, é industrial, rural ou urbano.

Existem legislações que regem essa questão, então é bastante apropriado que conte com a ajuda profissional de uma empresa especializada em avaliar imóveis, o que poupa trabalho para todos e garante um resultado assertivo.

 

Por exemplo, a ABNT regulamenta como as avaliações devem ser feitas com bases nas normativas abaixo considerando o tipo de imóvel:

NBR 14653-1 para avaliação de imóveis e bens em geral;

NBR 14653-2 para avaliação de imóveis da região urbana;

NBR 14653-3 para avaliação de imóveis da região rural;

NBR 14653-4 para avaliação de empreendimentos em geral;

Cada uma dessas normativas estabelecem regras claras sobre como o profissional deve proceder nas vistorias, e quais pontos principais deve verificar para realizar seu trabalho de maneira correta, transparente e precisa.

 

Por que fazer uma avaliação imobiliária?

A resposta para essa questão é bastante simples: um profissional habilitado e com a vivência diária neste mercado é a pessoa ideal para lhe passar informações e dados precisos relacionados ao imóvel.

Mas não é só isso, quando alguém decide fazer a avaliação por conta própria geralmente não consegue realizar uma verificação precisa, isso porque o trabalho em si demanda análises muito específicas como:

  • Levantamento dos preços da região e isso requer uma amostragem;
  • Avaliação da estrutura do imóvel de forma minuciosa;
  • Valores reais por dimensão, m² ou hectares por exemplo;
  • Região onde o imóvel está e sua posição dentro dela (proximidade de centros comerciais, parques, estações de trem ou metrô, localização do andar no caso de prédios, etc.;
  • Demanda versus imóveis disponíveis da localidade determinada.

Esses são apenas alguns pontos de análise para exemplificar como a avaliação de imóveis se faz necessária para garantir um posicionamento adequado para quem desejar vender e também para quem compra ou aluga.

Somente uma avaliação imobiliária poderá dar a certeza de que o bem tem seu valor de acordo com o mercado, sendo justos para a realidade econômica do momento.

Existem na internet inúmeras informações incentivando pessoas a realizar a verificação desses dados por conta própria, o que de fato, não é impossível.

No entanto, a precisão e a maneira de realizar o trabalho realmente demandam um profissional, pois a variáveis analisadas são muitas e tem pesos diferentes.

 

Avaliação mercadológica de imóveis

Existem situações onde a avaliação mercadológica se torna simplesmente essencial para que não haja erros ou controvérsias para nenhuma das partes, no momento de lidar com a compra ou venda de imóveis.

E que situações são essas? Vamos listar algumas, aquelas que consideramos as mais comuns, confira abaixo:

  • Arrendamento de imóveis;
  • Partilha de imóveis entre herdeiros;
  • Inventários;
  • Venda de imóveis;
  • Locação inicial ou para revisão de valor de aluguel;
  • Imóveis destinados à leilão;
  • Contratação de seguros residenciais ou rurais;
  • Financiamento de imóveis novos ou usados;
  • Recebimento ou pagamento de indenizações;
  • Para finalidades tributárias como ITR, ITBI, ITCD e IPTU por exemplo;
  • Fusão, incorporação ou separação de imóveis corporativos.

Além dessas, existem outras situações que vão apontar a necessidade de saber com precisão os valores de um imóvel, de acordo com o mercado imobiliário paras as diferentes localidades e fins.

Após concluída a análise do bem, é emitido um laudo de avaliações seguindo as normas da ABNT e este passa a ser oficial e utilizado para quaisquer finalidades das quais listamos acima, e ainda outras que talvez não constem, pois listamos aquelas que consideramos as principais.

 

A avaliação imobiliária de acordo com cada tipo de imóvel

Conforme mencionamos anteriormente, cada imóvel terá seu valor mercadológico medido e influenciado por muitas variantes, inclusive as normativas da ABNT das quais falamos em outro tópico.

Vamos agora falar um pouco mais sobre como devem proceder os profissionais da área imobiliária, e como é importante contar com a ajuda deles para qualquer situação em que seja necessário avaliar um bem dos principais tipos abaixo:

Nos imóveis urbanos é preciso considerar informações como:

  • Finalidade, residencial ou comercial por exemplo;
  • Tipo, se é uma casa/apto. pronto ou em construção, escritório, um terreno, lote ou gleba etc.;
  • A forma de agrupamento, se é condomínio, lotes ou complexo corporativo, etc.

Nos imóveis rurais é preciso considerar informações como:

  • Aptidão agrícola, se há ou não exploração do local, se é usado para pecuária, ou agricultura e até mesmo para turismo;
  • Tamanho do imóvel;
  • Localização;
  • Valores agregados ao local, em maquinário fixo ou removível ou recursos naturais que seja fruto de benfeitorias, dentre outros pontos para avaliar.

Essas são as informações básicas que é preciso levar em conta quando o profissional vai proceder com a avaliação imobiliária de quaisquer bens que se encaixem em um dos tipos acima.

 

Conclusão

Para muitas pessoas a avaliação imobiliária é algo desnecessário ou sem grandes propósitos, mas tentamos através desse artigo explicar melhor como ela funciona, para que fosse possível compreender como ela é importante dentro do mercado imobiliário nas mais diversas situações.

Conhecer o real valor de um imóvel, traz a segurança necessária para qualquer intenção: compra, venda ou locação e isso realmente só pode ser feito de maneira confiável por um profissional habilitado para isso.

Isso sem mencionar, outras situações, como as judiciais e tributárias por exemplo.

Considerando que as variantes a serem avaliadas são muitas e ricas em detalhes, de fato, não sendo um especialista algo pode ficar de fora.

Além disso, só um profissional pode emitir um laudo correto validando tudo que ele fez e especificando os dados de maneira objetiva.

Esperamos que com esse artigo tenha sido possível ampliar seus conhecimentos sobre para que serve a avaliação imobiliária e da importância da análise mercadológica, para que imóveis sejam precificados corretamente.

Comments 1

  1. Ótimo trabalho!
    Após perder muito tempo na internet encontrei esse blog
    que tinha o que tanto procurava.
    Gostei muito.
    Meu muito obrigado!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicite sua avaliação ou perícia sem compromisso



OU LIGUE AGORA!

(67) 99293-1702